Parceiros

S.O.S Consultas Médicas
Farmacia
crmentz

Galeria

Pesquisa

Aniversários/Janeiro


Dia 01

Jonas A.Carls   

Dia 04                                                   
Leonel Pandolfo
Patrick R. Moraes                       

Dia 05
Anderson Daronco

Dia 06
Henrique S. Koromberk

Dia 08
Haury Temp

Dia 09
Érico A Carvalho
Solano de Oliveira

Dia 10
Dejalma N. S. Oliveira

Dia 11

Aline R. Giardin

Dia 12
Franciel Horn

Dia 14
Alexandre G. Silva

Dia 15
João C. Pedersen
Roger L. Esswein

Dia 16
Alexandre A P. Kleiniche
Alexandre Frozza
Athanezio Konrath
Ivanir Bebber

Dia 17
Marcelo Teles

Dia 18

José A C. F. Filho
Martin S. Bastos

Dia 20
Roberto C. Bolzan

Dia 21

Fabricio L. Basségio

Dia 22
Luciano Kuse

Dia 23
Alexis Raber

Dia 24
Urbano Knorst
Yuri M. Oberto

Dia 25
Pablo S. Mello

Dia 26
Sérgio R. Ávila

Dia 27
Antonio C. D. Padilha
Geraldo Zimmer

Dia 28
Jader J. Drescher
Vitor A A Castro

Dia 29
Carlos A S Farias
Rafael M. Santos

Dia 30

Mateus O Rocha

Tempo

Temp: °
Sensação: °
Umidade: %
Velocidade:  
Direção.: °
Barôm.:  
Mais detalhes

Eventos

 Dez   Jan 2015   Fev
DSTQQSS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Blog Behavioral Synthesis

RSS

Testes físicos registram 16 baixas
29 de janeiro de 2015 - 10:33
testesss_Os associados aprovaram a realização dos testes no final da tarde e não durante a manhã, a exemplo dos anos anteriores. A mudança de horário, por causa do calor, foi reivindicada pelo Sindicato e acatada pela Comissão de Arbitragem da Federação Gaúcha de Futebol.


A avaliação física foi realizada na quarta-feira, 28, no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), em Porto Alegre. Dos 31 árbitros participantes registraram-se apenas quatro baixas: Fabrício Neves Corrêa, que sentiu uma lesão, Rogério Gonçalves, Marcos Magalhães e Leandro Alflen. Já no teste dos assistentes, 12 foram reprovados entre os 52 participantes. Todos os reprovados estão fora dos jogos da primeira fase do Gauchão e poderão participar do reteste, que será realizado no dia 24 de fevereiro, no mesmo local e horário. Para o professor Nascimento (foto), profissional responsável pela aplicação dos testes, o resultado se deu dentro do previsto. “As baixas, boa parte delas motivadas por lesões, não vão prejudicar o desempenho do quadro de arbitragem ao longo da temporada. Os reprovados terão no reteste a oportunidade de superar o tempo estabelecido para os testes”, ressaltou.


Tudo pronto para o Gauchão 2015
A tabela do Campeonato Gaúcho de 2015 foi divulgada em dezembro pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A primeira rodada ocorre no dia 1° de fevereiro. O Grêmio estreia contra o União Frederiquense, na Arena, e o Inter encara o Lajeadense, no estádio Alviazul, em Lajeado. O Gre-Nal será disputado no Beira-Rio em 1º de março. A competição será em turno único. Os oito primeiros se classificam para as quartas de final, que serão em jogo único na casa do clube de melhor campanha. Já as semifinais e a decisão serão em jogos de ida e volta. Três times serão rebaixados para a divisão de acesso.



Arbitragem em foco em Santa Catarina
O Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Santa Catarina (SINAFESC) promoveu nos dias 23 e 24 de janeiro o 13º Seminário Catarinense da Arbitragem de Futebol. A promoção teve o apoio da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Associação de Clubes, Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) e Prefeitura de São José, município da Grande Florianópolis onde foi realizado o evento. Participaram, na condição de palestrantes, nomes de vulto da arbitragem brasileira de futebol, como Sergio Corrêa da Silva, presidente da CA/CBF; Nilson Monção, vice-presidente da CA/CBF; Marco Antônio Martins, presidente da ANAF, além de instrutores FIFA e membros de comissões de arbitragem de Santa Catarina e de outros estados, que atualizaram os árbitros sobre a aplicação e interpretação das regras oficiais do futebol, situações de jogo e aspectos éticos, psicológicos e físicos que a função requer. Valdir Bicudo, o analista de arbitragem do portal Paraná Online esteve presente no seminário a convite do SINAFESC e da FCF. Clique
aqui e confira o seu relato.

 

Outras notícias da bola e do apito

O árbitro e as exigências físicas em uma partida de futebol

 Instrutores de arbitragem preconizam que um árbitro deve estar posicionado a cerca de 17 metros da jogada para tomar as melhores decisões. E a melhor maneira de estar tão próximo da bola no desenrolar da partida durante os 90 minutos é uma só, correr. Em cada partida os árbitros chegam a percorrer de 10 a 12 quilômetros no campo de jogo enquanto acompanham os lances com a devida proximidade. A média dos jogadores fica em 11 quilômetros por jogo, mas geralmente eles se posicionam em determinadas zonas de atuação menores, o que os permite ter pequenos descansos. Comparado com outros esportes, o futebol exige mais de árbitros e atletas.
Veja o comparativo com as médias de distâncias percorridas.
Beisebol: 100 metros – os atletas desta modalidade não são conhecidos por correr muito, ao contrário, praticamente não se movimentam durante uma partida.
Futebol Americano: 2 km – a média na Liga Norte-americana (NFL) registra cerca de 11 minutos de jogo ativo de fato. Os “receivers” e os “cornerbacks” são os que mais correm durante uma partida.
Basquete: 4,6 km – esporte bem intenso, mas disputado em uma quadra de dimensões reduzidas. O recorde na temporada de 2014 foi Jimmy Butler do Chicago Bulls, com uma média de 5 km por partida.
Tênis: 5km – Durante a partida mais longa da história, em Wimbledon em 2010, estima-se que John Isner e Nicholas Mahut correram cerca de 10 quilômetros cada durante as 11 horas e 5 minutos de jogo.
Futebol: 11 km – futebol é um dos esportes coletivos que mais exigem fisicamente, com uma média de distância percorrida bem alta, além da alta intensidade. Os meio campistas são os que mais correm, podendo superar os 14 km em uma partida.
 “Quanto mais próximo da jogada, maior credibilidade temos em nossas decisões” – comentou Mark Geiger, árbitro de 39 anos dos EUA que apitou a Copa do Mundo 2014 no Brasil. “O jogo é muito rápido, damos muitos tiros curtos e fazemos muitas corridas longas para estar sempre próximos da jogada", disse ele. Clique
aqui e leia a matéria na íntegra. 



Mourinho fala demais e tem prejuízo no bolso
O técnico do Chelsea, José Mourinho, foi multado em 25.000 libras (quase 100 mil reais) pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA) após reclamar de uma suposta "campanha" para influenciar decisões dos árbitros contra seu time. Mourinho, de 52 anos, reclamou depois que o Chelsea teve um pênalti não marcado a seu favor no empate por 1 x 1 com o Southampton, pelo Campeonato Inglês, em 28 de dezembro. O português contestou a denúncia da FA, mas a Comissão Regulatória Independente da associação considerou os comentários do treinador "impróprios", apesar de dizer que o órgão não "toma parte de um árbitro ou de árbitros". Mourinho negou que seus comentários fossem impróprios, mas não convenceu a comissão, que o julgou culpado de infringir regras de seu código de conduta.
Fonte: Yahoo Esportes


FGF orienta clubes sobre arbitragem no Gauchão 2015
A Federação Gaúcha de Futebol está convocando os 16 clubes afiliados da Divisão Especial para uma reunião com o objetivo de alinhar procedimentos e técnicas de arbitragem a serem seguidas no Campeonato Gaúcho de 2015, que inicia neste final de semana, no domingo 1º fevereiro. Os clubes convocados deverão indicar dois representantes cada um para receber e repassar as orientações a seus diretores, comissões técnicas e atletas. O encontro acontece nesta quinta-feira, dia 29, a partir das 14 horas no plenário da sede da FGF.


FGF homenageia Luiz Cunha Martins
A Federação Gaúcha de Futebol fez no seu site uma justa e merecida homenagem a Luiz Cunha Martins que, por vontade própria, decidiu abandonar o cargo de membro técnico que ocupava na Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF/RS). Ao mesmo tempo, a FGF anunciou o nome de Flávio Pinheiro de Abreu em substituição a Cunha Martins. O texto publicado pela Federação é o que segue: "Um membro técnico de uma Comissão Estadual de Arbitragem, para obter seu espaço e ser respeitado no cargo, deve ter: talento, dedicação, estudo, comprometimento, lealdade e inteligência, requisitos estes que sobraram para este ilustre parceiro do futebol gaúcho. Foram por estas razões que a Federação Gaúcha de Futebol prestou justa homenagem ao nosso companheiro Luiz Cunha Martins, que por vontade própria está nos deixando. A entidade FGF e os membros da CEAF/RS desejam o mesmo sucesso na sua vida particular. Siga adiante e que Deus ilumine seus caminhos. O Presidente Novelletto, aproveitou o momento para nomear o Sr. Flávio Pinheiro de Abreu, ex- presidente do SAFERGS e ANAF, desejando ao mesmo muito sucesso nesta nova missão (anos atrás foi membro técnico da CEAF/RS, agora está retornando) para substituir o grande Luiz Cunha Martins."    


Thausball, projeto de Hausmann e Balke, visa apimorar trabalho dos assistentes
A pré-temporada do apito gaúcho em 2015 apresentou uma inovação no que diz respeito, especialmente, à preparação dos árbitros assistentes. Um projeto desenvolvido pelo ex-assistente Altemir Hausmann e pelo árbitro Igor Balke, denominado Thausball, visa aprimorar a precisão nas marcações dos assistentes. Com a utilização de bonecos, que se movimentam por trilhos, são simuladas jogadas em linha em que os bandeiras precisam verificar se há ou não posição de impedimento. Altemir Hausmann defende a ideia de que as partidas de futebol têm sido decididas muito mais por erros em lances de impedimento do que em outras situações, por exemplo, como pênaltis mal marcados. Por isso, o ex-árbitro assitente da FIFA buscou aprofundar os estudos e encontrar formas para que o número de falhas possa ser reduzido. O treinamento é todo filmado para que os bandeiras possam assistir aos lances, verificar os erros e aprimorar o trabalho. Clique
aqui, role a página e ouça a entrevista concedida por Hausmann e Balke no programa Esporte & Cia da Rádio Gaúcha.
Fonte: Blog do Diori


Federação Mineira estimula delação contra a arbitragem
A partir deste ano, a Federação Mineira de Futebol vai checar com mais afinco a conduta dos árbitros, dentro e fora dos gramados. E quem vai ajudar a fazer esse monitoramento é o próprio público do futebol mineiro. Para isso foi criada a ‘Corregedoria de Arbitragem da FMF’. Em nota divulgada no site oficial, a Federação informou a criação do Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email , canal por onde o público em geral já pode enviar delações ou informações sobre o quadro de árbitros mineiros. Ainda segundo o comunicado, a FMF entende que “a conduta moral e social exigida para a função de árbitro de futebol devam ser exemplos para qualquer cidadão de boa índole”. A entidade se resguardou ao mencionar que confere documentos e comportamentos de todos os árbitros. Entretanto, ressaltou que o canal foi criado porque pode existir alguma situação que seja do conhecimento do público, mas não da comissão de arbitragem.
Fonte: JM Online


Presidente da CEAF-RS diz que não serão aceitas declarações acintosas contra a arbitragem no Gaúchão 2015
A arbitragem de um modo geral, ganhou cada vez mais as mídias esportivas nos últimos anos, de uma forma não tão satisfatória. Além de erros capitais, broncas com jogadores ou na maioria das vezes, com membros da comissão técnica ou até dirigentes, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF), já se prepara para a edição 2015, que começa a pouco mais de duas semanas. Segundo o diretor do departamento de árbitros da Federação, Luiz Fernando Gomes Moreira, não serão aceitas reclamações acintosas contra os árbitros. "Espero que se contenham, respeitem a arbitragem e seus torcedores. Reclamações acintosas e constantes prejudicam a partida e atrapalham o desempenho dos árbitros. Reclamações são normais, ninguém fica estático no banco de reservas. O que não vamos aceitar é o exagero. Não vamos mesmo", garantiu o diretor, em entrevista ao jornalista Luiz Zini Pires. Luiz Fernando ainda afirmou que todos árbitros ou até membros da imprensa, tem um clube de coração, no entanto, o profissionalismo tem de estar acima de qualquer paixão clubística. "Tudo mundo que vive o futebol no Rio Grande do Sul tem um time do coração. Todos, sem exceção. Na imprensa, creio, não é diferente. Mas nós precisamos analisar se o profissional está trabalhando corretamente. Este é o ponto. Não vejo problema neste sentido no Gauchão. Os árbitros são profissionais acima de tudo". O diretor também citou quais serão os critérios analisados junto aos árbitros e como será desenvolvida a preparação dos mesmos. "Vamos trabalhar dois dias em três turnos, manhã, tarde e noite. Assistiremos a lances polêmicos do Gauchão 2014, debateremos e depois vamos praticar. Agarra-agarra na área, mão na bola e bola na mão, carrinhos e violência terão a nossa atenção. Usaremos critérios definidos". O departamento de arbitragem, ainda planeja fazer uma reunião com dirigentes dos clubes participantes e jornalistas, afim de esclarecer e debater qualquer dúvida que possa surgir perante a nova recomendação. "Chamaremos dois dirigentes de cada clube da competição à sede da FGF. Eles poderão trazer os treinadores, se quiserem. Felipão será bem-vindo. Explicaremos tudo. Eles podem comunicar as nossas decisões aos seus jogadores. Aliás, chamaremos os jornalistas interessados. Não será por falta de critérios que o Gauchão não terá grandes arbitragens. Estou tranquilo. Temos alguns dos melhores árbitros do Brasil", completou Luiz Fernando Moreira.
Fonte - FutNet


Fifa aumenta idade limite para árbitros internacionais
Novidades no mundo do apito. A Fifa, entidade máxima do futebol mundial, resolveu aumentar a idade limite para exercer a função de árbitro internacional, de 45 para 50 anos. O presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Sérgio Correa, comemorou a decisão da Fifa e já planeja colocar em prática no Brasil."A Fifa sinalizou para os árbitros internacionais, os que cumprirem as exigências físicas, mentais e sociais, que eles poderão continuar apitando até os 50 anos, como era antigamente. Só não tenho um documento da entidade dizendo quais serão as regras de acesso ao quadro internacional. Tendo isso, posso fazer um plano de carreira com este novo limite. Temos vários árbitros na casa dos 40 anos que não podiam pensar mais na carreira internacional, que tinha o limite de 38, mas agora podem pensar, disse o presidente da Conaf. Há alguns anos, árbitros ainda no auge da carreira deixavam de apitar os jogos internacionais por conta do limite de 45 anos, além dos 38 para ingressar na Fifa. Sérgio Correa considera que esta nova determinação vai melhorar a qualidade dos quadros das arbitragens pelo mundo. "No Brasil, quem indica o árbitro é a Federação. Alguns anos atrás, fizemos uma renovação forçada porque era uma necessidade, mas com o retorno às origens, com qualidade e em alto nível, sem se arrastar em campo, você terá grandes árbitros em atividade. Carlos Eugênio Simon, Altemir Hausmann, Roberto Braatz e outros poderiam ter continuado por mais tempo, mas eles tiveram que parar aos 45 anos", concluiu Correa.
Fonte: R7.



Terra

Globo

Folha

Lance



DIRETORIA INFORMA

  • Nota de pesar
  • Em nome da arbitragem gaúcha de futebol, o SAFERGS manifesta pesar pelo falecimento, na madrugada de domingo, de Luiz Fernando Costa, diretor de futebol do Sport Club Internacional. Aos familares e amigos, e à nação colorada, apresentamos as nossas sinceras e profundas condolências.


  • Clube e torcedor terão que indenizar árbitro por agressão
    O clube esportivo que organiza um evento esportivo em suas dependências tem o dever de garantir a integridade física dos participantes. Seguindo esse entendimento, a 10ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou um clube e um torcedor pela agressão a um árbitro durante uma partida de futebol amador. Ele receberá indenização de R$ 8 mil por danos morais. De acordo com os autos, o torcedor agrediu o autor com socos e pontapés e proferiu xingamentos de cunho racista contra ele. O árbitro acabou socorrido pelos próprios jogadores que disputavam a partida. Em depoimento, dois árbitros auxiliares e uma terceira testemunha confirmaram a violência. Ao analisar o pedido, o relator, desembargador Cesar Ciampolini Neto reformou a sentença que havia indeferido pedido de indenização e ressaltou que cabia ao clube ter fornecido segurança para o evento. "Cabia ao clube ter fornecido adequada segurança aos partícipes do evento esportivo, jogadores, árbitros e expectadores. Não o tendo feito, responde objetivamente pelos tristes eventos sucedidos. Assim, é solidariamente responsável", concluiu o relator. A decisão foi unânime.
    Fonte: Consultor Jurídico

 

MARCA DA CAL

Na edição, entrevista com o presidente da ANAF, Marco Antônio Martins, e matéria especial sobre a temporada da arbitragem em 2015. O jornal também reporta as assembleias que aprovaram mensalidade de 1%, contribuição sindical de 2% e a formatação de um código de ética para o SAFERGS.

 capa_marca_da_cal_dez_2014
Edições anteriores


pdf marca_da_cal  ago_set_2014
pdf marca_da_cal  mar_abr_2014
pdf marca_da_cal
 nov_dez_2013
pdf
marca_da_cal
 jan_fev_2013
pdf marca_da_cal
 nov_dez/2012
pdf marca_da_cal
 jul_ago/2012
pdf marca_da_cal
 mai_jun/2012
pdf marca_da_cal
 mar_abr/2012
pdf marca_da_cal
 jan_fev/2012
pdf marca_da_cal
 set_out/2011
pdf
marca_da_cal  jul_ago/2011
pdf marca_da_cal
 mai_jun/2011
pdf
marca_da_cal
 mar_abr/2011
pdf marca_da_cal  jan_fev/2011
pdf marca_da_cal  dezembro/2010
pdf marca_da_cal
 outubro/2010
pdf marca_da_cal  agosto/2010
pdf marca_da_cal  junho/2010
pdf marca_da_cal abril/2010
pdf marca_da_cal  fevereiro/2010
pdf marca_da_cal   janeiro/2010
pdf marca_da_cal dezembro/2009 
pdf marca_da_cal jul/ago_09
pdf marca_da_cal  junho/2009 
pdf  marca_da_cal março/2009
pdf marca_da_cal  fevereiro/2009
pdf  marca_da_cal dezembro/2008
pdf marca_da_cal
novembro/2008
pdf marca_da_cal
outubro/2008
pdf marca_da_cal
setembro/2008
pdf marca_da_cal agosto/2008
pdf marca_da_cal
julho/2008
pdf marca da cal
junho/2008
pdf marca_da_cal maio/2008
pdf marca_da_cal
março_abril/2008
pdf marca_da_cal fevereiro/2008 
pdf marca_da_cal
janeiro/2008 
pdf marca_da_cal nov/dez/2007
pdf marca_da_cal outubro/2007
pdf Marca_da_Cal setembro/2007
pdf Marca_da_Cal agosto/2007
pdf Marca_da_Cal julho/2007
pdf Marca_da_Cal junho/2007
pdf Marca_da_Cal_ maio/2007
pdf Marca_da_Cal abril/2007
pdf Marca da Cal março/2007
pdf Marca da Cal fevereiro/2007 
pdf Marca da Cal dezembro/2006 











DIRETORIA INFORMA

  • FGF adia teste teórico para profissionais das letras B, C e do Interior
    Em comunicado publicado no seu site da internet, a Federação Gaúcha de Futebol informa para os árbitros e árbitros assistentes da letra B, da letra C e do Interior que o teste teórico foi adiado, com data de realização a ser marcada posteriomente, pois a FGF deseja que o mesmo seja realizado na nova sede da entidade, onde haverá espaço suficiente para acolher a arbitragem. Os testes físicos não sofreram nenhuma alteração quanto a sua realização.

 

  • Unidade sindical
  • A diretoria ressalta que o fardamento fornecido pelo Sindicato aos associados deve ser utilizado somente nas competições promovidas pela CBF, FGF e nos torneios, campeonatos e eventos esportivos cuja arbitragem seja da responsabilidade do SAFERGS.

 

  • Escalas do apito e das bandeiras
  • Tendo em vista os diversos campeonatos cuja arbitragem é administrada pelo SAFERGS, a diretoria enfatiza aos associados a importância de participar de tais competições. Para isto, basta deixar o seu nome na lista da secretaria do Sindicato. Além de proporcionar experiência aos iniciantes, estes jogos são oportunidades valiosas para o aprimoramento físico-técnico.

  • Participação democrática
  • A diretoria do SAFERGS comunica que é aberta a participação de todos os associados nos campeonatos cuja arbitragem é responsabilidade da entidade, em razão de contratos firmados. Para se habilitar à escala, árbitros e assistentes devem comunicar sua intenção e disponibilidade à secretária do Sindicato, pessoalmente ou através do telefone (051) 3226-0150 ou do email: Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email . Participar de tais competições proporciona não apenas uma bem-vinda renda extra, como se constitui numa excelente oportunidade para acúmulo de experiência a aprimoramento profissional.

  
 Legislação
Filie-se

logo_anaf_02 fgf conmebolcbf
Av. Borges de Medeiros, 308, SL 141/142 - Porto Alegre - RS CEP 90.020-020
Fone: (051) 3226-0150. Fax: 3227-9074